o alcance dos pontos cardeais

27.11.10

Retornos à casa de partida. Círculos infinitos, viciosos. Montanhas russas. Tudo velho, gasto, déjá vu. Cansaço primordial como se carregasse o mundo às costas. Fome de amor. Fastio de migalhas dadas em rebates de consciência. Doenças, presenças a mais, ausências a menos. Farta, farta, farta. De mim própria e do que me tornei.

Comments

No response to “o alcance dos pontos cardeais”
Post a Comment | Enviar comentários (Atom)

Enviar um comentário